18/11/2017, 19:12

Denise Cursino

13º salário deve injetar até R$ 74,6 milhões na economia de Catanduva

Reunião Sincomercio 13 salario (4)

Fonte: Fernanda Albano – Efficace Comunicação

Fotos: Divulgação

Estudo inédito do Sincomercio e FecomercioSP mostra que benefício é importante para consumidores e empresários, principalmente em momentos de reação econômica

O décimo terceiro salário dos trabalhadores formais de Catanduva deve injetar até R$ 74,6 milhões na economia local no final de 2017. O estudo inédito do Sindicato do Comércio Varejista de Catanduva – Sincomercio, em parceria com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), tem como base os dados da Relação Anual de Informações sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Segundo as Entidades, é importante frisar que a injeção monetária do 13º é um alento aos consumidores e empresários, principalmente em períodos de reação econômica, como o atual. “O benefício favorece consumidores a regularizarem dívidas, em atraso ou não, e a retomar o consumo. Além disso, o 13°é o responsável pelo Natal ser a principal data especial do varejo. Ele faz, normalmente, o comércio varejista vender até 30% a mais em dezembro do que a média dos outros meses, garantindo maior giro de caixa e, também, de estoques, algo essencial em todos os momentos, mas principalmente após um período de retração”, avalia o assessor econômico da FecomercioSP, Jaime Vasconcellos.

O presidente do Sincomercio Catanduva, Ivo Pinfildi Júnior, acrescenta que o resultado da pesquisa demonstra uma reação positiva que o comércio varejista vem demonstrando ao longo deste ano. “A pesquisa reafirmou aquilo que nós estamos sentindo e vendo mês a mês. O nosso comércio reagiu neste ano de 2017, com promessa de se manter em constante melhora”, comemora, Ivo Pinfildi Júnior.

O montante previsto foi calculado a partir da massa salarial paga aos 35,7 mil trabalhadores com carteira assinada da cidade que iniciaram esse ano, somado ao saldo da massa de salários, resultante dos 7,9 mil admitidos e 7,7 mil desligados de janeiro a agosto de 2017. Nos cálculos, não foram considerados os recursos recebidos pelos aposentados e pensionistas.

Comentários