10/12/2017, 23:59

Denise Cursino

Nataly Kurata conquista título na Copa Mundial de Tênis Feminino do Noroeste Paulista

copa mundial de tênis

Fonte: Daniela Martins

Foto: Divulgação

Tenista ganhou por 2 sets a 0 da atleta Eduarda Piai; no sábado, as duas conquistaram o título de duplas

 A Copa Mundial de Tênis Feminino do Noroeste Paulista – Etapa B, que aconteceu no Clube de Tênis Catanduva de 27 de novembro a 03 de dezembro, chegou ao fim neste domingo. E a grande campeã do torneio foi a tenista Nataly Kurata, que venceu Eduarda Piai por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/4, em jogo que durou 1h13min.

A paulistana de 24 anos teve um excelente desempenho na competição, faturando também o título na final de duplas, em parceria com sua adversária na chave de simples. Kurata e Piai levaram o título de duplas sobre as tenistas argentinas Melina Ferrero e Sofia Luini, por 6/2 e 6/3, num jogo que durou 59 minutos.

Para o presidente do Clube de Tênis Catanduva, Christian Pardo Pizarro, esse torneio foi muito importante para valorizar o esporte no interior. “Recebemos em nossas quadras atletas nacionais e internacionais, com altíssimo nível de jogo, em busca de pontuação no ranking da ITF. O contato com essas tenistas proporciona uma experiência diferenciada para quem gosta de tênis e pratica o esporte. Estamos bastante satisfeitos com o resultado, e orgulhosos também por termos sido escolhidos, mais uma vez, para sediar um torneio de tênis internacional. Isso nos mostra que estamos no caminho certo, realizando projetos e investimentos que retornem para nossos associados e para os catanduvenses como oportunidades iguais a essa, sem falar que ao mesmo tempo confirmamos o nome do Clube de Tênis como referência nesse esporte”, destaca.

O legado que fica é a imersão vivida por todos nestes dias de torneio, tanto com a equipe técnica quanto com as jogadoras. De acordo com o diretor de Tênis do CTC, Cesar Molinari, o clube respirou tênis nestes últimos 15 dias. “Nossos professores e equipes de manutenção de quadras tiveram a oportunidade de trocar experiências, vivenciar o tênis de uma forma diferente, mais profissional. Isso com certeza engrandece tecnicamente nossos colaboradores, fazendo com que tragam o que aprenderam para o dia a dia do clube. Estamos muito satisfeitos com o resultado, e já começamos a trabalhar para que um novo torneio deste nível aconteça em 2018”, finaliza.

copa mundial de tênis

 

Comentários