20/08/2018, 17:20

Denise Cursino

Engajadas, Tais Araújo e Morana armam bate-papo sobre Empreendedorismo Feminino

Enoara Monteiro, Laura Kassab, Taís Araújo, Lorine Mondim e Ka Ribeiro

Fonte: Paula Cervera – Ferraz Moda

Foto: Divulgação

A mulher e as suas lutas diárias são temas que têm ganhado destaque. Ainda bem. Sempre cercada por desafios, hoje mais do que nunca a mulher encontra espaços para se expressar e quebrar barreiras, além de lutar por respeito e igualdade.

A Morana também participa dessa nova tendência de força feminina. Após trazer a atriz Tais Araújo – ícone de representatividade e uma grande defensora de causas feministas e contra o racismo – para estrelar sua campanha de Inverno 18, a marca mostra a força desta parceria e convida a atriz para participar de um bate-papo sobre Empreendedorismo Feminino.

O talk aconteceu no Centro Universitário Belas Artes segunda-feira, dia 14, e contou também com a presença da jornalista Mônica Salgado, Erica Zanotti, do Consulado da Mulher, e a fundadora da Rede Efêmmera, Bela Gregório.

Por que esse tema?

Segundo levantamento do Global Entrepreneurship Monitor 2017, mundialmente 51,5% dos novos negócios abertos em 2016 foram liderados por mulheres. O projeto Itaú Mulher Empreendedora, por sua vez, aponta que existem 5.693 empreendedoras no Brasil, e que elas têm grau de escolaridade geralmente maior que a dos homens em cargos similares. Apesar da luta das mulheres por valorização no mercado de trabalho já ter alcançado diversas conquistas, o caminho ainda é longo.

Sobre as convidadas de Taís e Morana

Desde 2002, o Instituto Consulado da Mulher, ação social da marca Consul, trabalha na transformação social por meio do incentivo ao empreendedorismo feminino. Em nível nacional, o Instituto seleciona, apoia, empodera mulheres empreendedoras e oferece assessoria na gestão de micro negócios e capacitações para que empreendam de forma mais eficiente. O papel do Consulado da Mulher é qualificar mulheres empreendedoras, e fazer com que elas se sintam confiantes para empreender ou ampliar seus negócios.

Já o projeto Efêmmera surgiu em meados de 2012, através de uma pesquisa acadêmica sobre a cena feminina na arte de rua. Foi por uma total imersão nessa história que Bela Gregório, fundadora da rede, sentiu a necessidade de criar um ambiente em que pudesse trocar ideias e experiências com as mulheres que fazem parte desse universo urbano e disseminar a cultura de rua feita por mulheres na cidade.

Ex-diretora de redação da revista Glamour, Mônica Salgado tem mais de 17 anos de carreira, e já passou pela redação da Vogue e Elle. Deixou um dos considerados cargo dos sonhos para tocar projetos pessoais e hoje, além de falar sobre feminismo e empoderamento em suas mídias sociais, também é colunista do programa Vídeo Show.

Enoara Monteiro, Laura Kassab, Taís Araújo, Lorine Mondim e Ka Ribeiro

Comentários