15/12/2018, 16:57

Denise Cursino

Fundação começa a receber mosaicos do selo do centenário da chegada de Pe. Albino

Lourdinha Trevisan-1

Fonte e fotos: Mauro Assi – Assessoria de Imprensa FIPA

A Fundação Padre Albino já recebeu dois mosaicos de artistas mosaicistas inscritos no Projeto “100 anos de amor”, que faz parte da programação dos 100 anos da chegada de Padre Albino a Catanduva. Os trabalhos são de Flávia Marega Frigério, curadora do projeto, e de Maria de Lourdes Caetano Trevisan.

A coordenação da Comissão dos 100 anos informou que 20 mosaicistas já se inscreveram no projeto. São artistas de Catanduva, Chapada dos Guimarães, Itumbiara, Guarujá e Marapoama. Todas as informações para participação no projeto, inclusive a ficha de inscrição e os dois modelos, estão disponíveis no site www.fundacaopadrealbino.org.br/100anos Projetos (Projeto Mosaico). As inscrições irão até 31/07/2018.

O objetivo do projeto é formar acervo de peças de mosaicos do selo comemorativo do centenário da chegada de Padre Albino a Catanduva e promover a interação dos artistas à obra de Padre Albino, cumprindo seu papel de preservar a memória de seu instituidor e divulgar sua obra.

As peças serão distribuídas nos Departamentos mantidos pela Fundação Padre Albino e terão o nome, cidade e Estado do mosaicista doador e este receberá um certificado de participação.

Comentários