21/11/2018, 08:06

Denise Cursino

Programação infantil de novembro SESC Catanduva!!!

11.2018 - Musica - Esticador de Horizontes - Marli Wunder

Fonte: Assessoria de Imprensa SESC Catanduva

Fotos: Créditos nas fotos enviadas pelo SESC Catanduva

O circo e o teatro tornaram-se linguagens artísticas muito importantes, enquanto ferramentas de lazer e diversão para as famílias, que valorizam o tempo livre entre adultos e crianças, e que trazem ainda uma carga de ações educativas,  permeadas de atrações lúdicas. O Sesc Catanduva preparou uma programação infantil totalmente gratuita, cheia de propostas interessantes para todo mês de novembro.

Logo no começo do mês, no dia 2, sexta, dentro do projeto “Vem Brincar!”, o Grupo CataVento apresenta o espetáculo “Esticador de Horizontes”. Um trabalho de multimodalidades com muita música, feito para gente pequena e gente grande cantar e sonhar junto. Sons carinhosos e alegres, que desejam ampliar nosso olhar poético para o mundo. Ainda no feriado do dia 2, acontece a atração circense “Circo Bella”. A apresentação mostra um dono de circo à espera de seu único funcionário, o palhaço Néio, um faz-tudo que tenta agradar o patrão, e principalmente o público. No dia 3, sábado, acontece a oficina “Arte circense”: uma vivência com os artistas do Circo Bella e do Circo do Heldinho, ensinando um pouco da arte circense dos malabares e do arame de equilíbrio. No dia 4, domingo, é a vez do “Circo do Heldinho”, com variedades de palhaçaria entre o circo tradicional e contemporâneo.

Na sexta, dia 9, acontece no Sesc Catanduva a encenação chamada “Vizinhos” sob direção de Lu Lopes. Vizinhos mostra o cotidiano entre um homem e uma mulher, um jogo com cenas acrobáticas e de equilíbrio em um cenário comum, onde o casal vive situações insólitas, escapando da mesmice e repetição. Ainda sob a mesma direção, no dia 10, sábado, o espetáculo “Balbúrdia”, revela o aprofundamento de uma relação a dois que se multiplica e se transforma, fruto da dinâmica desta ligação. Balbúrdia é o segundo espetáculo de uma trilogia criada por Artinerant’s sob a direção de Lu Lopes. Esta obra nasce da vontade de transformar em espetáculo as experiências artísticas mais atuais do grupo, e também dos diálogos e desafios que dão vida à relação dos integrantes. Tendo como ponto de partida os estímulos que se apresentam nos momentos de transformação e reorganização de antigas referências, a construção das personagens e da dramaturgia se fundamenta na ideia do desmoronamento de grandes estruturas, na constante mudança e na provocação. As personagens vivem situações adversas permeadas de disputas, procurando o equilíbrio para seguir adiante. Na encenação, os artistas utilizam movimentos e imagens que desconstroem a estrutura circense tradicional em uma desorganização barulhenta. As cenas se desenvolvem em circuitos curtos que acontecem ciclicamente, com engrenagens como inspiração. O fio condutor é a comicidade leve deste casal que se relaciona no meio da balbúrdia.

No dia 11, domingo, a Cia. Cromossomos apresenta o espetáculo “Somos Cromossomos e Clownferência”. Entre música, percussão corporal, dança e marionete, o show discorre com simplicidade e precisão. Após os números, a companhia apresenta uma “clownferência”, isto é, uma mesa-redonda em que, a partir da exibição de vídeos gravados na expedição à Argélia, compartilham com o público algumas histórias vividas nos campos de refugiados. A Cia. Cromossomos foi formada em 2013 a partir do encontro de artistas do Brasil, Espanha, Itália e Chile que se especializaram na pedagogia de Jacques Lecoq, na escola internacional de teatro Estudis-Berty Tovías, em Barcelona, onde trabalharam juntos durante 2 anos. Apadrinhados pela ONG Payasos Sin Fronteras e orientados pelo palhaço e diretor convidado Ésio Magalhães, em 2014,  a Cia. Cromossomos realizou sua primeira expedição de palhaços aos acampamentos de refugiados saarauís em Tindouf, Argélia, no deserto do Saara. De volta ao Brasil, com sede na cidade de São Paulo, a companhia atualmente conta com 6 integrantes brasileiros.

Na sequência, no dia 13, terça, O Sesc Catanduva apresenta o espetáculo teatral “A Vaca Lelé”, com a Cia. Arte das Águas, da vizinha cidade de Ibirá. Matilde, uma vaquinha que vivia fugindo do curral, era cheia de sonhos e curiosidades. Ela consegue ampliar seus conhecimentos quando se torna amiga do velho espantalho, que tudo sabe e tudo vê. Matilde, a Vaca Lelé, como era chamada, tem um objetivo: conseguir asas e voar.

Dia 15, segundo feriado do mês, o Sesc Catanduva estará novamente aberto, e traz para as crianças o projeto da companhia Trupe Koskowisck, intitulado “Olha o Palhaço no Meio da Rua”. A história conta a aventura de dois palhaços músicos que disputam à atenção da plateia, numa competição onde entram todos os tipos de artimanhas e armadilhas, criando assim, situações inusitadas. “Brincantorias” é uma atração musical, trazida pelo grupo CataVento, também no dia 15. O show traz a magia da cultura popular, em uma viagem pelos sertões do Brasil e outros cantos do mundo. Nessa viagem, feita nas asas de um passarinho, brincamos o coco, a ciranda, o cacuriá, o boi, o samba de roda, e muitas outras brincadeiras que fazem a criança e o adulto ficarem do mesmo tamanho!

Jerônimo Show” é a atração circense do dia 18, domingo. O palhaço Jerônimo apresenta ao público o resultado de quase quinze anos de pesquisa e trabalho sobre a linguagem do palhaço e sua relação com a música e com modalidades circenses. Finalizando a programação de novembro, no dia 30, sexta, o espetáculo teatral “Mazzaropi, um certo sonhador” para toda a família, novamente com a Cia. Arte das Águas. A narrativa do espetáculo mostra uma trupe ambulante que chega cantando a vida e a obra do eternizado artista popular Amácio Mazzaropi.

A retirada dos ingressos gratuitos pode ser feita no dia das apresentações, na Central de Atendimento da unidade. Os espetáculos são abertos para todo público interessado.

PROGRAMAÇÃO

Circo Bella

Circo Bella mostra um dono de circo,”Héldinho”, que está a espera de seu único e melhor funcionário, o  palhaço Néio, que sempre chega atrasado e é obrigado a se desdobrar pra desempenhar o papel de todos os artistas do circo, causando muitas gargalhadas com seus números atrapalhados.

Dia 2, sexta, às 10h30.| Quiosque A | Grátis | Classificação: Livre.

Esticador de Horizontes

Um convite ao público de todas as idades a se divertir e se emocionar. No repertório, canções do grupo, de Milton Nascimento, João Bá e Luli & Lucina, além da poesia de Manoel de Barros, que inspira e ensina a olhar a infância, e a quem o nome do espetáculo presta homenagem.

Dia 2, sexta, às 16h.| Quiosque A | Grátis | Classificação: Livre.

 Arte Circense

Vivência com os artistas do Circo Bella e circo do Heldinho, ensinando um pouco da arte circense dos malabares e do arame de equilíbrio.

Dia 3, sábado, às 15h.| Praça da Mangueira, espaço externo à GMF | Grátis | Classificação: Livre.

 Circo do Héldinho

Uma  apresentadora irreverente e um palhaço de variedades são a combinação entre o circo tradicional e contemporâneo, trazendo números extravagantes do palhaço Héldinho conduzido pela mestra de cerimônias May Florentino, a nova dona do circo.

Dia 4, domingo, às 10h30.| Quiosque A | Grátis | Classificação: Livre.

 Vizinhos

Criado pelos artistas Daniel Pedro e Maíra Campos, integrantes do Circo Zanni, Vizinhos é o primeiro espetáculo do Projeto Artinerant´s, que tem como objetivo divulgar a arte e cultura através da itinerância. É, também, o primeiro espetáculo de uma trilogia em construção, sob direção de Lu Lopes.

Dia 9, sexta, às 20h.| Quadra Coberta | Grátis | Classificação: 14 anos.

 Balbúrdia
Balbúrdia é o segundo espetáculo de uma trilogia criada por Artinerant’s sob a direção de Lu Lopes. Esta obra nasce da vontade de transformar em espetáculo as experiências artísticas mais atuais do grupo, e também dos diálogos e desafios que dão vida à relação dos integrantes. Tendo como ponto de partida os estímulos que se apresentam nos momentos de transformação e reorganização de antigas referências, a construção das personagens e da dramaturgia se fundamenta na ideia do desmoronamento de grandes estruturas, na constante mudança e na provocação.

Dia 10, sábado, às 16h30.| Quadra Coberta | Grátis | Classificação: 12 anos.

 Somos Cromossomos e Clownferência
Depois de uma longa viagem pelo mundo, seis palhaços desorientados se encontram para apresentar um espetáculo de variedades.

Dia 11, domingo, às 10h30.| Quiosque A | Grátis | Classificação: Livre.

 A Vaca Lelé

Matilde, uma vaquinha que vivia fugindo do curral, era cheia de sonhos e curiosidades. Tinha sede de conhecer a vida e seus segredos. Ela consegue ampliar seus conhecimentos quando se torna amiga do velho espantalho, que tudo sabe e tudo vê. Matilde, a Vaca Lelé, como era chamada, tem um objetivo: conseguir asas e voar.

Dia 13, terça, às 15h.| Quiosque A | Grátis | Classificação: Livre.

 Olha o Palhaço no Meio da Rua
Um concerto musical. Os dois palhaços músicos disputam à atenção da plateia, numa competição onde entram todos os tipos de artimanhas e armadilhas. Criando assim, situações inusitadas.

Dia 15, domingo, às 10h30.|.| Quiosque A | Grátis | Classificação: Livre.

Brincantorias
No espetáculo Brincantorias, o grupo CantaVento quer levar as crianças e a família toda pra passear! O show traz a magia da cultura popular, em uma viagem pelos sertões do Brasil e outros cantos do mundo. Nessa viagem, feita nas asas de um passarinho, brincamos o coco, a ciranda, o cacuriá, o boi, o samba de roda, e muitas outras brincadeiras que fazem a criança e o adulto ficarem do mesmo tamanho!

Dia 15, domingo, às 16h.| Quiosque A | Grátis | Classificação: Livre.

 Jerônimo Show

O palhaço Jerônimo preparou para o seu respeitável público um espetáculo no qual irá demonstrar todo seu talento como músico e artista circense; esta excêntrica figura realmente acredita que é um “showman”, então o melhor a fazer é embarcar com Jerônimo nesta aventura artística, que tem tudo para se tornar uma  divertida brincadeira!

Dia 18, domingo, às 10h30.| Quiosque A | Grátis | Classificação: Livre.

 Mazzaropi, um Certo Sonhador

Ao deparar-se com a história encontram a si mesmos; e, neste ir e vir entre a vida do artista e a realidade dos atores, a cia traz à cena um jogo poético, cantado, arrebatado e arrebatador, que apresenta o artista consagrado, mas, principalmente, o artista adormecido em cada um de nós.

Dia 30, sexta, às 20h.| Quadra Coberta | Grátis | Classificação: Livre.

SERVIÇO
Programação Infantil – Circo, teatro e música

Período: Novembro/2018

Local: Sesc Catanduva

 

Comentários